terça-feira, 12 de novembro de 2019

Ibirité, MG: caminho da vida sem mineração? Ou caminho da morte? Vídeo ...





Ibirité, MG: caminho da vida sem mineração? Ou caminho da morte?  Vídeo 4 - 3/10/2019.

Esse vídeo aqui, vídeo n. 4, foi gravado dia 31/10/2019, durante a visita de uma Comissão integrada pelo Dom Vicente Ferreira, inclusive, conforme expresso na Nota, abaixo.
“Queremos o município de Ibirité, MG, território livre da mineração. Dia 31/10/2019, junto com dom Vicente Ferreira, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, o padre Jean, coordenador dos padres de 69 paróquias da Região Episcopal Nossa Senhora Aparecida (RENSA) e um grupo de lideranças do Movimento socioambiental Serra Sempre Viva, visitamos, na parte da manhã, o manancial de Taboões, manancial de abastecimento público de Ibirité e de parte de Belo Horizonte. No manancial Taboões pudemos contemplar a maravilha que é toda a criação, obra do Deus da vida que cria e age nas ondas da história. O manancial de Taboões é um santuário natural e sagrado, mas está ameaçado de extinção pela mineradora Santa Paulina – que de santa só tem o nome - que insiste em retomar projeto de mineração ao lado do manancial, onde já existem enormes crateras deixadas por essa mesma mineradora. Visitamos também com dor no coração essas crateras que a mineradora Santa Paulina deixou ao lado do manancial Taboões em Ibirité. Na parte da tarde do mesmo dia, 31/10/2019, fizemos uma longa reunião com os vereadores e uma vereadora de Ibirité, MG. Reivindicamos o apoio firme de todos os vereadores e da vereadora de Ibirité na luta para impedirmos a reabertura de mineração no município de Ibirité. Exigimos que o prefeito de Ibirité, Wiliam Parreira, volte atrás e cancele a Carta de Anuência e concordância com a reabertura de mineração no município. Apresentamos propostas de vários projetos de lei que precisam ser aprovados na Câmara municipal de Ibirité, MG, para que em breve possamos declarar o município de Ibirité território livre da mineração. Como vice-presidente da Comissão Episcopal de Mineração e Ecologia Integral da CNBB, o bispo dom Vicente Ferreira está firme na luta pela superação da mineração devastadora em MG e no Brasil.
Não podemos admitir a retomada de mineração em Ibirité pela mineradora Santa Paulina, na Serra do Rola Moça, dentro do Parque Estadual Serra do Rola Moça. A mineradora Santa Paulina já causou um enorme estrago socioambiental dentro do Parque Estadual Serra do Rola Moça, no município de Ibirité, região metropolitana de Belo Horizonte, MG, ao lado do manancial de Taboões, manancial de abastecimento público de Ibirité e de parte de Belo Horizonte. Além de ser área do Parque e manancial de abastecimento público, a área é APP (Área de Preservação Permanente). Pior, agora a mineradora Santa Paulina já construiu, de forma ilegal e imoral, uma estrada que servirá para escoar o minério que pretende voltar a explorar ao lado das crateras já deixadas em Ibirité, dentro do Parque Estadual Serra do Rola Moça. No manancial de Taboões encontram muitas espécies vegetais e animais raros. As crateras enormes já deixadas pela mineradora Santa Paulina são chagas e feridas da mãe Terra que geme em dores de parto ou de estertor de morte. As poucas flores que insistem em irradiar beleza ao redor das crateras da mineradora Santa Paulina profetizam que não podemos em nenhuma hipótese aceitar a reabertura de mineração na área já sangrada e declarada como zona de sacrifício ao ídolo mercado.
Diante da crise hídrica, do colapso hídrico chegando e dos crimes/tragédias das mineradoras em conluio com o Estado, é postura irresponsável e suicida aprovar reabertura de mineração. Por isso, exigimos Ibirité como território livre de mineração.

*Filmagem: Alenice Baeta, 31/10/2019.
*Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.
#FreiGilvander

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

Missionárias/os convidam para a XXII Romaria das Águas/Terra de MG. Víde...





Missionárias/os convidam para a XXII Romaria das Águas e da Terra de MG. Vídeo 2 - 10/11/2019.

O quê? XXII Romaria das Águas e da Terra de Minas Gerais.
Onde? Na cidade de Romaria, no Alto Paranaíba, na Arquidiocese de Uberaba, MG.
Quando? Dia 10 de Novembro/2019.
Tema: Com a Mãe Abadia, os filhos e filhas e toda a natureza clamam em dores de parto.
Lema: Das águas sujas, em Romaria, na luta pela terra e pelas águas, fontes de vida.

Dias 2 e 3/11/2019, no Salão da Igreja N. Sra. de Fátima, em Uberlândia, realizamos um Encontro de Preparação de quase 40 Missionários/as para uma Semana de Missões da XXII Romaria das Águas e da Terra de Minas Gerais , que acontecerá no próximo dia 10 de novembro de 2019, na cidade de Romaria, na região do Alto Paranaíba, na Arquidiocese de Uberaba, MG. Após a acolhida e apresentação de todos/as, houve Oração Inicial do Encontro e seguiu-se, com frei Rodrigo Peret, apresentação da realidade histórica e atual do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Foram apresentados o Cancioneiro (Livro de Cantos) da XXII Romaria e a Cartilha das Missões da XXII Romaria com quatro Encontros para reflexão e celebração nas Comunidades durante a Semana Missionária. Fizemos retrospectiva dos passos dados até aqui no processo de preparação para a XXII Romaria. Refletimos sobre a mística e a espiritualidade da Romaria das Águas e da Terra. Após a Constituição das Equipes Missionárias, fizemos uma Celebração de Envio para a Missão em várias Comunidades nas cidades de Uberlândia, Monte Carmelo, Indianópolis e Romaria.
Com a presença espiritual do nosso querido padre Ernesto e com as bênçãos de São Francisco de Assis e de Nossa Senhora da Abadia da Água Suja, na parte da tarde do dia 03/11, os/as missionários/as partiram para a missão que acontecerá até o dia 08/11. Na manhã do dia 09/11, faremos, na cidade de Romaria, a avaliação das missões. Na parte da tarde do dia 09/11, realizaremos a organização dos últimos preparativos para a XXII Romaria. Na noite de 09/11, acontecerá uma Noite Cultural na Cidade de Romaria. E dia 10 de novembro, das 8h30 às 16 horas acontecerá a XXII Romaria das Águas e da Terra de MG, que terá início em uma das entradas da cidade de Romaria. Gratidão a todos/as os/as missionários/as que vieram de longe, com muito amor, esperança e fé no Deus da Vida e no Evangelho de Jesus Cristo. Gratidão a todos/as que têm contribuído na realização da XXII Romaria.

*Filmagem de frei Gilvander, da CPT, das CEBs e do CEBI. Edição de Nádia Oliveira, colaboradora da CPT-MG. Uberlândia, MG, 03/11/2019.
*Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.
#FreiGilvander

Com Mineração, da crise ao colapso hídrico. Em Ibirité, MG, mineração, N...





Mineração nos levará da crise ao colapso hídrico. Em Ibirité, MG, mineração, NÃO!  Vídeo 3 - 31/10/2019.

Esse vídeo aqui, vídeo n. 3, foi gravado dia 31/10/2019, durante a visita de uma Comissão integrada pelo Dom Vicente Ferreira, inclusive, conforme expresso na Nota, abaixo.
“Queremos o município de Ibirité, MG, território livre da mineração. Dia 31/10/2019, junto com dom Vicente Ferreira, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, o padre Jean, coordenador dos padres de 69 paróquias da Região Episcopal Nossa Senhora Aparecida (RENSA) e um grupo de lideranças do Movimento socioambiental Serra Sempre Viva, visitamos, na parte da manhã, o manancial de Taboões, manancial de abastecimento público de Ibirité e de parte de Belo Horizonte. No manancial Taboões pudemos contemplar a maravilha que é toda a criação, obra do Deus da vida que cria e age nas ondas da história. O manancial de Taboões é um santuário natural e sagrado, mas está ameaçado de extinção pela mineradora Santa Paulina – que de santa só tem o nome - que insiste em retomar projeto de mineração ao lado do manancial, onde já existem enormes crateras deixadas por essa mesma mineradora. Visitamos também com dor no coração essas crateras que a mineradora Santa Paulina deixou ao lado do manancial Taboões em Ibirité. Na parte da tarde do mesmo dia, 31/10/2019, fizemos uma longa reunião com os vereadores e uma vereadora de Ibirité, MG. Reivindicamos o apoio firme de todos os vereadores e da vereadora de Ibirité na luta para impedirmos a reabertura de mineração no município de Ibirité. Exigimos que o prefeito de Ibirité, Wiliam Parreira, volte atrás e cancele a Carta de Anuência e concordância com a reabertura de mineração no município. Apresentamos propostas de vários projetos de lei que precisam ser aprovados na Câmara municipal de Ibirité, MG, para que em breve possamos declarar o município de Ibirité território livre da mineração. Como vice-presidente da Comissão Episcopal de Mineração e Ecologia Integral da CNBB, o bispo dom Vicente Ferreira está firme na luta pela superação da mineração devastadora em MG e no Brasil.
Não podemos admitir a retomada de mineração em Ibirité pela mineradora Santa Paulina, na Serra do Rola Moça, dentro do Parque Estadual Serra do Rola Moça. A mineradora Santa Paulina já causou um enorme estrago socioambiental dentro do Parque Estadual Serra do Rola Moça, no município de Ibirité, região metropolitana de Belo Horizonte, MG, ao lado do manancial de Taboões, manancial de abastecimento público de Ibirité e de parte de Belo Horizonte. Além de ser área do Parque e manancial de abastecimento público, a área é APP (Área de Preservação Permanente). Pior, agora a mineradora Santa Paulina já construiu, de forma ilegal e imoral, uma estrada que servirá para escoar o minério que pretende voltar a explorar ao lado das crateras já deixadas em Ibirité, dentro do Parque Estadual Serra do Rola Moça. No manancial de Taboões encontram muitas espécies vegetais e animais raros. As crateras enormes já deixadas pela mineradora Santa Paulina são chagas e feridas da mãe Terra que geme em dores de parto ou de estertor de morte. As poucas flores que insistem em irradiar beleza ao redor das crateras da mineradora Santa Paulina profetizam que não podemos em nenhuma hipótese aceitar a reabertura de mineração na área já sangrada e declarada como zona de sacrifício ao ídolo mercado.
Diante da crise hídrica, do colapso hídrico chegando e dos crimes/tragédias das mineradoras em conluio com o Estado, é postura irresponsável e suicida aprovar reabertura de mineração. Por isso, exigimos Ibirité como território livre de mineração.

*Filmagem: Alenice Baeta, 31/10/2019.
*Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.
#FreiGilvander

terça-feira, 5 de novembro de 2019

Visita ao manancial Taboões, em Ibirité, MG. Preservar, SIM! Minerar em ...





Visita ao manancial Taboões, em Ibirité, MG. Preservar, SIM! Minerar em Ibirité, NÃO! Vídeo 1 - 31/10/2019.

Esse vídeo aqui, vídeo n. 1, foi gravado dia 31/10/2019, durante a visita de uma Comissão integrada pelo Dom Vicente Ferreira, inclusive, conforme expresso na Nota, abaixo.
“Queremos o município de Ibirité, MG, território livre da mineração. Dia 31/10/2019, junto com dom Vicente Ferreira, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, o padre Jean, coordenador dos padres de 69 paróquias da Região Episcopal Nossa Senhora Aparecida (RENSA) e um grupo de lideranças do Movimento socioambiental Serra Sempre Viva, visitamos, na parte da manhã, o manancial de Taboões, manancial de abastecimento público de Ibirité e de parte de Belo Horizonte. No manancial Taboões pudemos contemplar a maravilha que é toda a criação, obra do Deus da vida que cria e age nas ondas da história. O manancial de Taboões é um santuário natural e sagrado, mas está ameaçado de extinção pela mineradora Santa Paulina – que de santa só tem o nome - que insiste em retomar projeto de mineração ao lado do manancial, onde já existem enormes crateras deixadas por essa mesma mineradora. Visitamos também com dor no coração essas crateras que a mineradora Santa Paulina deixou ao lado do manancial Taboões em Ibirité. Na parte da tarde do mesmo dia, 31/10/2019, fizemos uma longa reunião com os vereadores e uma vereadora de Ibirité, MG. Reivindicamos o apoio firme de todos os vereadores e da vereadora de Ibirité na luta para impedirmos a reabertura de mineração no município de Ibirité. Exigimos que o prefeito de Ibirité, Wiliam Parreira, volte atrás e cancele a Carta de Anuência e concordância com a reabertura de mineração no município. Apresentamos propostas de vários projetos de lei que precisam ser aprovados na Câmara municipal de Ibirité, MG, para que em breve possamos declarar o município de Ibirité território livre da mineração. Como vice-presidente da Comissão Episcopal de Mineração e Ecologia Integral da CNBB, o bispo dom Vicente Ferreira está firme na luta pela superação da mineração devastadora em MG e no Brasil. Não podemos admitir a retomada de mineração em Ibirité pela mineradora Santa Paulina, na Serra do Rola Moça, dentro do Parque Estadual Serra do Rola Moça. A mineradora Santa Paulina já causou um enorme estrago socioambiental dentro do Parque Estadual Serra do Rola Moça, no município de Ibirité, região metropolitana de Belo Horizonte, MG, ao lado do manancial de Taboões, manancial de abastecimento público de Ibirité e de parte de Belo Horizonte. Além de ser área do Parque e manancial de abastecimento público, a área é APP (Área de Preservação Permanente). Pior, agora a mineradora Santa Paulina já construiu, de forma ilegal e imoral, uma estrada que servirá para escoar o minério que pretende voltar a explorar ao lado das crateras já deixadas em Ibirité, dentro do Parque Estadual Serra do Rola Moça. No manancial de Taboões encontram muitas espécies vegetais e animais raros. As crateras enormes já deixadas pela mineradora Santa Paulina são chagas e feridas da mãe Terra que geme em dores de parto ou de estertor de morte. As poucas flores que insistem em irradiar beleza ao redor das crateras da mineradora Santa Paulina profetizam que não podemos em nenhuma hipótese aceitar a reabertura de mineração na área já sangrada e declarada como zona de sacrifício ao ídolo mercado. Diante da crise hídrica, do colapso hídrico chegando e dos crimes/tragédias das mineradoras em conluio com o Estado, é postura irresponsável e suicida aprovar reabertura de mineração. Por isso, exigimos Ibirité como território livre de mineração.

*Filmagem: Alenice Baeta, 31/10/2019.
*Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.

sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Pesquisa mostra que mineração na Serra do Brigadeiro, MG, será devastado...





Pesquisa mostra que mineração na Serra do Brigadeiro, MG, será devastadora. Prof. Lucas. Vídeo 3 - 23/10/2019.

Dia 23/10/2019, aconteceu na Assembleia Legislativa (ALMG) de MG, na Comissão de Direitos Humanos da ALMG uma audiência pública para debater os impactos ambientais, sociais e econômicos decorrentes das atividades minerárias no entorno do Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, situado na Zona da Mata mineira, e as reiteradas violações de direitos humanos dos atingidos pela mineração nos municípios da região. Frei Gilvander participou e registrou em vídeo vários pronunciamentos. Aqui no vídeo 3 a apresentação feita pelo prof. Lucas, do Instituto Federal, de Pesquisa que demonstra que, caso se instale, mineração na Serra do Brigadeiro será devastadora socioambientalmente.

*Filmagem: Frei Gilvander Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI. Belo Horizonte, MG, 23/10/2019.
*Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.


quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Claudiane, 11 anos, e frei Gilberto lutam contra mineração na Serra do B...





Claudiane, 11 anos, e frei Gilberto na luta contra mineração na Serra do Brigadeiro, MG. Vídeo 2 - 23/10/2019.

Dia 23/10/2019, aconteceu na Assembleia Legislativa (ALMG) de MG, na Comissão de Direitos Humanos da ALMG uma audiência pública para debater os impactos ambientais, sociais e econômicos decorrentes das atividades minerárias no entorno do Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, situado na Zona da Mata mineira, e as reiteradas violações de direitos humanos dos atingidos pela mineração nos municípios da região. Frei Gilvander participou e registrou em vídeo vários pronunciamentos. Aqui no vídeo 2 a fala da criança Claudiane, 11 anos, e do frei Gilberto Teixeira.

*Filmagem: Frei Gilvander Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI. Belo Horizonte, MG, 23/10/2019. *Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.

Em defesa da Vargem das Flores, povo protesta na Câmara de vereadores de...





Em defesa da Vargem das Flores, povo protesta na porta da Câmara de vereadores de Contagem, MG. Vídeo 1 - 23/10/2019.

Na noite de 23/10/2019, muita gente foi impedida de entrar na Câmara de Vereadores de Contagem, MG, para participar de Audiência Pública sobre o manancial de abastecimento público Lagoa Vargem das Flores. O povo protestou na porta da Câmara de vereadores de Contagem. Eis aqui o Vídeo 1 de reportagem em vídeo feita por frei Gilvander.

*Filmagem: Frei Gilvander Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI. A Adélia também ajudou a filmar enquanto frei Gilvander falava diante da filmadora.
Contagem, MG, 23/10/2019.
*Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.


quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Dom Vicente: "CNBB criou Comissão de Ecologia Integral e Mineração. Revo...







Dom Vicente Ferreira: "CNBB
criou Comissão da Ecologia Integral e Mineração. Temos que fazer Revolução
Ecológica.’’ 22/10/2019.

Dia 22 de outubro de 2019,
após reunião com Dom Vicente Ferreira, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo
Horizonte, e com o padre Jean, coordenador dos padres da Região Episcopal Nossa
Senhora Aparecida (RENSA), Frei Gilvander gravou entrevista com  Dom Vicente sobre a luta pela superação da
mineração devastadora socioambientalmente.

*Filmagem: Frei Gilvander
Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI. Belo Horizonte, MG, 22/10/2019.
*Inscreva-se no You Tube, no
Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link:
https://www.youtube.com/user/fgilvander,
acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a
diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar,
compartilhe. Sugerimos.


segunda-feira, 21 de outubro de 2019

João Pacheco de Oliveira (Parte I), Dr. em Antropologia/VI Colóquio/Povo...





Prof. João Pacheco de Oliveira (Parte I), Dr. em Antropologia, no VI Colóquio/Povos Tradicionais/UNIMONTES - 26/9/2019.

O Programa de Pós–Graduação em Desenvolvimento Social da Universidade Estadual de Montes Claros – PPGDS/UNIMONTES realizou, em Montes Claros, MG, o VI Colóquio Internacional Povos e Comunidades Tradicionais, com o tema: “Direitos e Bem Viver”, dos dias 23 e 27 de setembro de 2019. A programação incluiu Mesas redondas, Conferências, Oficinas e Espaços de diálogos. Entre as mesas, destacam-se: Diversidade Sociocultural e Territorialidades: experiências no Brasil e no Mundo; Saber, Plantar e Comer: sociobiodiversidade e sistemas agroalimentares no Brasil e no Mundo; Crimes Ambientais e Sujeitos Afetados; Direitos Humanos, Territoriais e Povos Tradicionais (Audiência Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais). João Pacheco de Oliveira, Dr. em Antropologia e professor da UFRJ e do Museu Nacional, fez a Conferência Final propondo um resgate da história do Brasil a partir dos Povos Indígenas. Ele falou mais de 50 minutos. Segue aqui a Parte I da Conferência do prof. Dr. João Pacheco de Oliveira.

*Filmagem de Frei Gilvander Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI. Montes Claros, MG, 26/9/2019.
*Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.


sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Carlos Farias e Wilson Dias convidam para a XXII Romaria/Águas/Terra/MG:...





Carlos Farias e Wilson Dias convidam para a XXII Romaria das Águas e da Terra de Minas Gerais: dia 10/11/2019, em Romaria, MG - Vídeo 2.

Aproxima-se a XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais, a ser realizada na Arquidiocese de Uberaba,, na cidade de Romaria, no Alto Paranaíba, dia 10 de novembro próximo (2019), um domingo, das 8h30 às 16h00. A XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais tem como lema "Com a Mãe Abadia, os filhos e filhas e toda a Natureza clamam em dores de parto." e como lema "Das águas sujas, em Romaria, na luta pela terra e pelas águas, fontes de vida." A concentração para a romaria vai acontecer a partir das 8h30, na entrada de Monte Carmelo e às 9h se dará a abertura oficial da XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais, com acolhida da imagem de São Francisco de Assis, patrono da Romaria das Águas e da Terra de Minas Gerais. A caminhada dos romeiros e das romeiras será acompanhada de músicas, orações, reflexões, testemunhos, apresentações culturais, na terna companhia da Mãe Abadia, Com certeza, serão lindos e proféticos momentos de fortalecimento na luta dos filhos e filhas de Deus em defesa da mãe terra, da irmã água, de toda a criação, em defesa da nossa única Casa Comum, o planeta Terra. O encerramento dessa romaria está previsto para as 16 h, após a missa, com a leitura da Carta da XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais.
Informações importantes: 1) Aos romeiros e romeiras será servido o almoço, no preço simbólico de R$5,00. 2) A quem interessar, está disponível para venda a camiseta da XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais, no valor de R$20,00. Os pedidos devem ser feitos diretamente à secretaria do Santuário de Nossa Senhora da Abadia da Água Suja; falar com Celeida. Contato: 0xx34 3848 1125.
Sugere-se que se se faça a divulgação nas Paróquias e Comunidades e o pedido seja feito em conjunto, para facilitar o processo. Todas as pessoas de boa vontade são convidadas a participar da XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais. Vamos organizar caravanas em nossas cidades, em nossas Comunidades e seguirmos, em romaria, em defesa da vida em toda sua biodiversidade, como verdadeiros seguidores e seguidoras de Jesus de Nazaré, que defendeu e defende a vida em abundância para todos e todas e para toda a criação (cf. Jo10,10).

*Filmagem de Frei Gilvander Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI. Edição de Nádia Oliveira, colaboradora da CPT-MG. Belo Horizonte, MG, 15/10/2019.
*Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.


"Lá na ponta, a PM comete abusos, arbitrariedades, ilegalidades." Dra. A...







"Lá
na ponta, a PM comete abusos, arbitrariedades, ilegalidades." (Dra. Ana
Cláudia, da DPE/MG). Vídeo 4 - 11/10/2019.

Dia 11/10/2019 aconteceu em
Belo Horizonte, MG, na Cidade Administrativa reunião da Mesa de Negociação do
Governo de MG com as Ocupações Urbanas e Camponesas. O assunto foi pressão da
PM de MG para se despejar uma área de 26 hectares/sede da ex-usina
Ariadnópolis, em Campo do Meio, sul de Minas Gerais. No vídeo 4 aqui a
legitimidade dessa luta, apelo ao Governo de MG para que não despeje o MST nas
terras da ex-usina Ariadnópolis e denúncia das arbitrariedades cometidas pela
PM “lá na ponta”.
*Filmagem e edição amadora:
frei Gilvander Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI. Belo Horizonte, MG, 11/10/2019.

*Inscreva-se no You Tube, no
Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link:
https://www.youtube.com/user/fgilvander,
acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a
diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar,
compartilhe. Sugerimos.


quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Tributo a Epaminondas Alves Ribeiro, da Pastoral Rural, CPT, CEBs, STR -...





Tributo a Epaminondas Alves Ribeiro, grande lutador em Teófilo Otoni, MG, e região: na Pastoral Rural, nas CEBs, no STR e na CPT/MG: de 9/4/1950 a 14/10/2019.

Dia 14 de outubro 2019, o Vale do Mucuri, em Minas Gerais, amanheceu triste e sombrio, mas os anjos e as anjas no céu cantam e preparam uma festa para receber o nosso grande amigo, irmão e companheiro de longa jornada Epaminondas Alves Ribeiro Epaminondas Alves Ribeiro, 69 anos, camponês da Comunidade de Itamunheque município de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, MG, foi para a morada definitiva junto do Pai. Epaminondas faz parte da equipe da Pastoral Rural da Diocese de Teófilo Otoni e da Comissão Pastoral da Terra Minas Gerais (CPT/MG). Na década de 1970 abraçou a causa em defesa dos direitos dos empobrecidos, sobretudo dos camponeses e camponesas, posseiros e posseiras, da região de Teófilo Otoni no Vale do Mucuri. Por muito tempo Zilah de Mattos teve a graça e a responsabilidade de conviver e caminhar ao lado de Epaminondas em muitas lutas. Sempre presente e disposto a colaborar com as Pastorais sociais e os movimentos sociais. Contribuiu para o nascimento e fortalecimento de várias organizações populares. Junto com Silvio da Lajinha, lutou para a criação do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Teófilo Otoni e outros sindicatos da região, na Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (FETAEMG). Epaminondas foi um grande educador sindical de base. Epaminondas deixa um grande legado espiritual, ético e profético para todos/as que trabalharam e conviveram com ele, na humildade, simplicidade, na vida de doação e solidariedade. Epaminondas, você continuará presente na caminhada e vivo em nós, na luta por direitos, sempre! Gratidão eterna a você, Epaminondas!

*Filmagem: frei Gilvander Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI. Teófilo Otoni, MG, 09 de março de 2018.
Edição: Nádia Oliveira, colaboradora da CPT-MG. *Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.


quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Ocupação Vitória na Izidora em BH celebra 6 anos de luta: 5 mil família...





Ocupação Vitória na Izidora em BH celebra 6 anos de luta: 5 mil famílias com casas. Vídeo 2 - 12/10/2019.

Dia 12/10/2019 aconteceu a Festa de 6 anos de luta e muitas conquistas da Ocupação/comunidade Vitória, na Izidora, em Belo Horizonte e Santa Luzia, MG. Quase 5.000 famílias estão construindo suas casas na luta suada cotidianamente, libertadas da cruz do aluguel e da humilhação que é sobreviver de favor. Mas, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, está sendo muito injusto com as ocupações de BH, pois, tendo sido eleito graças aos milhares de votos do povo das Ocupações, não está cumprindo as promessas de urbanizar e regularizar fundiariamente. No entanto, as Ocupações da Izidora (Rosa Leão, Esperança, Vitória e Helena Greco), com mais de 8 mil famílias, continuam sem rede de energia (CEMIG), sem rede de água e saneamento (COPASA). Isso já deveria ter sido encaminhado pela Prefeitura de BH junto com COPASA e CEMIG (Governo de MG). Eis aqui o vídeo 2 do registro e entrevistas que frei Gilvander fez durante a festa.

*Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.